SOCIEDADE
 
AECA na feira Batimat, em Paris
 
Carlos Brandão, presidente da AECA
Associação empresarial reforça internacionalização dos sectores da metalomecânica e do habitat
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
A AECA - Associação Empresarial de Cambra e Arouca tem um projecto designado "MasterExport", do qual é promotora em parceria com a AEA - Associação Empresarial de Águeda, no âmbito do Portugal 2020, especificamente, do Sistema de Apoio a Acções Colectivas (SIAC) - Qualificação, e inserido no objectivo temático nº 3 - "Reforçar a Competitividade das PME" do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização, sendo apoiado pelo Fundo Europeu para o Desenvolvimento Regional (FEDER).
Este projecto visa reforçar a internacionalização das PME da fileira Metalomecânica e do Habitat, criando novos canais de vendas para países com elevado potencial e geograficamente próximos e também capacitá-las para se apresentarem nestes mercados com bens de maior incorporação tecnológica.
Dentro das várias actividades previstas, destaca-se, neste momento, a participação na Feira BATIMAT 2019, em Paris, que vai realizar-se de 4 a 8 de Novembro, sendo considerada um dos maiores espaços de negócios a nível mundial dedicado à fileira da Construção, Materiais de Construção e Interiores. A Feira é dividida em sete sectores: Estruturas, Carpintaria, Acabamentos e Decoração, Material e Ferramentas, Durabilidade de Edifícios, Informática e Serviço às empresas.
No âmbito do referido projecto, a AECA e a AEA vão estar presentes na BATIMAT 2019 com um stand próprio, 30 m2, visando promover a indústria da nossa região e os produtos dos nossos Associados, que foram convidados a disponibilizar material promocional e a estar connosco em Paris.
As associações empresariais promotoras actuam numa região alargada onde se localiza a maior parte das empresas industriais das fileiras da Metalomecânica e da fileira do Habitat (mobiliário, decoração, têxtil lar, cutelaria, utensílios da fileira casa, etc.) detentoras de capacidades provadas ao nível da inovação e do desenvolvimento de produtos que respondam com valor acrescentado às necessidades do mercado global.
Tendo por base a capacidade produtiva do país e a qualidade e diversidade dos bens produzidos em Portugal, nomeadamente na região Norte e Centro e em concreto na Fileira Habitat e na Fileira da Metalomecânica, o projecto visa reorientar as estratégias de internacionalização para mercados europeus mais sensíveis aos diferenciais competitivos assentes em factores imateriais de competitividade e mais valorizadores de produções diferenciadas e com maior valor acrescentado.
Deste modo, os mercados-alvo são os mercados europeus (U.E.) com características de proximidade geográfica, relacionamento histórico, elevado poder de compra, estrutura importadora que inclua bens provenientes das duas fileiras-alvo, relativa abertura a produtos vindos do exterior e que sirvam de "montra" e plataforma para acesso a outros países vizinhos. Tendo em mente estes factores foram escolhidos cinco mercados alvo: Bélgica, Espanha, França, Luxemburgo e Polónia. 2019-10-19
 
Arouca

Terça, 25 de Fevereiro de 2020

Actual
Temp: 8º
Vento: NW a 3 km/h
Precip: 0.4 mm
Muito Nublado
Qua
T 11º
V 5 km/h
Qui
T 13º
V 3 km/h
PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"O facto de sermos uma Junta independente não nos tem facilitado em nada"

Adriano Francisco, presidente da JF Tropeço, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 35 visitantes online