IVO BRANDÃO
 
Senhor Presidente, visite Arouca
 
OPINIÃO | Soubemos manter uma relação equilibrada com cada freguesia e com a identidade de cada uma delas
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
Isto seria uma espécie de carta aberta, à qual se poupam os preliminares protocolares, dado o estilo descontraído e próximo do Presidente da República. A mensagem é simples: Senhor Presidente Marcelo, visite Arouca. Mas Arouca não merece ser visitada à margem da visita, se assim podemos dizer. Não merecemos uma visita que apareça no rodapé das reportagens dos telejornais como ‘o Presidente da República comentou o caso tal, à margem de uma visita a Arouca'. Merecemos uma visita de corpo inteiro.
Arouca foi sucessivamente ‘interiorizada' pelo poder central, privada de um acesso condigno pelo qual vem lutando ferreamente, tendo de se contentar com o possível, mais do com que o merecido. Teve de fazer o trabalho de casa, e pensar-se, desenvolver-se, colocar-se no mapa, potenciando o que tem de diferente, de melhor, de único. E, diga-se, não foi propriamente bafejada pela sorte com as últimas
visitas presidenciais. Aliás, a última visita do senhor professor Cavaco Silva ficou marcada pelo final do seu discurso, quando felicitou o presidente da Câmara de Oeiras, ao inaugurar o radar meteorológico de Arouca. Não é a melhor recordação de uma visita presidencial.
Recentemente, em boa parte também por culpa própria, estivemos nas aberturas dos telejornais, não pelos melhores motivos. Rapidamente passamos de um território exemplar, no que diz respeito à COVID19, a um exemplo de surto que ameaçava descontrolar-se. Entre o alarmismo exagerado da comunicação social e o nosso silêncio um pouco mais demorado, os passos foram sendo dados, e voltámos a uma situação mais próxima da normalidade a que nos habituámos. E isso deve-se a nós, à fibra de que somos feitos.
Tivemos de abdicar das festas que nos fazem sair à rua. Tivemos de abdicar de conviver. Tivemos de abdicar de viver o nosso espaço urbano, de que tanto nos orgulhamos. Mas a história que nos precede fala por nós. Soubemos responder de forma afirmativa aos desafios da II Guerra Mundial, ao mesmo tempo que criámos um evento que nos é intrínseco, e que diz bem da nossa identidade. Soubemos crescer, urbanística e sustentavelmente, de forma a mantermos um estatuto forte de vila, um centro urbano atractivo e uma relação equilibrada com cada freguesia e com a identidade de cada uma delas, apesar das reformas recentes. Afirmámo-nos como Geopark da UNESCO, e soubemos dar-nos a conhecer ao mundo, mostrando o que nos diferencia, o que temos de encantador, o que temos de verdadeiramente único e genuíno.
Por tudo isto, e muito mais, Senhor Presidente, Arouca merece a sua visita. Merece abrir-lhe a porta e dar-se a conhecer. Mas merece, também, que saiba como somos, como vivemos, o que temos e do que precisamos. Merece, também, o seu apoio, a sua ajuda, a sua voz.
É claro que, uma visita presidencial vai dar aso, como sempre, a que apareçam os 'emplastros', que depois aparecem nas televisões. Vai dar aso a que apareçam oportunistas. Vai dar aso a que apareça quem interessa e quem não interessa. Mas, nisso, não somos diferentes dos outros sítios. A sua visita, valerá pelo que é diferente, e pelo que é de diferente. Visite Arouca. Venha com tempo para saborear
a nossa gastronomia. Vai poder, certamente, tirar muitas selfies. Mas reserve uma com espaço para todos nós, que crescemos à sombra deste Mosteiro, que nos orgulhamos da história que fomos escrevendo, que sabemos receber como nenhum outro lugar.
 
Arouca

Quinta, 21 de Janeiro de 2021

Actual
Temp: 10º
Vento: WSW a 3 km/h
Precip: 0.2 mm
Chuva
Sex
T 8º
V 8 km/h
Sáb
T 12º
V 6 km/h
PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"Os arouquenses estão preocupados com o preço da água, tal como eu estou"

Margarida Belém, presidente da CMA, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 39 visitantes online