TEIXEIRA COELHO
 
Homilias... para quê?
 
OPINIÃO | Há as que cansam, outras que irritam, em vez de evangelizar, moralizam
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
Cerca de 24% dos cidadãos do nosso país reúnem-se em cada domingo nas igrejas católicas para a celebração dominical. Qualquer cristão, dócil e cumpridor, ouve mais de três mil sermões desde a infância até aos sessenta anos. Umas 520 horas da sua vida. A Igreja católica dispõe, assim, de uma oportunidade única de evangelizar, de fazer crescer nos caminhos da fé cristã os frequentadores dos templos. E, apesar disso, muitos cristãos não mostram nas suas vidas coerência com a fé que dizem professar face às arremetidas da ‘cultura' que os rodeia, no que ela tem de incompatível
com as propostas da Boa Nova.
A homilia é o ‘calcanhar de Aquiles' das nossas celebrações e a ela se limita grande parte do exercício do ministério da Palavra por parte dos ‘detentores do poder da palavra' nas celebrações nomeadamente dominicais. Para muitos cristãos é a única oportunidade de confrontar as suas vidas com a Palavra Revelada, fonte e alimento da sua fé.
É conhecido o episódio referido numa carta de La Fontaine a sua mulher. Conta o fabulista: "No domingo
saímos de madrugada, mas tivemos que esperar cerca de três horas devido a uma avaria na diligência. Para não nos aborrecermos, ou para nos aborrecermos ainda mais, não sei bem como dizê-lo, fomos ouvir uma missa paroquial. A procissão, a água benta, a oração dos fiéis... não faltou nada. Tivemos a grande sorte de o cura ser um ignorante e, graças a Deus, não pregou".
Esta questão não é de agora. Vale a pena retomar aqui citações famosas a este respeito recolhidas em La Homilia, de Vittorio Peri, Vigário Episcopal para a Cultura da diocese de Assis e presidente da União Apostólica do Clero, em Itália.
De Joseph Ratzinger, o futuro Papa Bento XVI: "É um autêntico milagre que a Igreja sobreviva aos milhões de péssimas homilias de cada domingo"; de Yves Congar, um dos teólogos do Vaticano II: "Ainda é possível encontrar fé em França, apesar das trinta mil pregações de cada domingo"; de Thomas Spidik, num desabafo mordaz: "A Igreja colocou o Credo depois da homilia para convidar-nos a proclamar a
nossa fé, apesar do que acabamos de ouvir"; comentário de Julien Green: "A pregação é útil, porque submete a dura prova a fé de quem escuta"; desabafo de Carlos Bo: "A homilia é o tormento dos fiéis". François Mauriac, por sua vez, escreveu que "em nenhum lugar se vêm tantos rostos inexpressivos como na igreja durante a pregação".
Há homilias que cansam, outras que irritam, outras que são autênticos atentados contra a inteligência de quem as ouve. Há, com efeito, homilias que em vez de evangelizar, moralizam, o que qualquer monge budista faria com a mesma ou melhor proficiência.
Na Evangelii Gaudium escreve o Papa Francisco: "Sabemos que os fiéis lhe dão (à homilia) muita importância; e, muitas vezes, tanto eles como os próprios ministros ordenados sofrem: uns a ouvir e os outros a pregar. É triste que assim seja. A homilia pode ser, realmente, uma experiência intensa e feliz do Espírito, um consolador encontro com a Palavra, uma fonte constante de renovação e crescimento" (nº135). E, na Laudato SI (nº17), adverte ainda o Papa Francisco: "A Palavra de Deus pode soar como mensagem repetida e vazia, se não for apresentada novamente a partir de um confronto com o contexto actual... A fé traz novas motivações e exigências face ao mundo de que fazemos parte...".
Palavras, leva-as o vento, quando elas não soam articuladas com a vida real de quem as ouve e de quem as diz.
 
Arouca

Segunda, 19 de Novembro de 2018

Actual
Temp: 11º
Vento: SE a 3 km/h
Precip: 0 mm
Muito Nublado
Ter
T 11º
V 6 km/h
Qua
T 9º
V 6 km/h
PUB.
PUB.
 
INQUÉRITO
Que área gostaria de ver reforçada nas GOP e Orçamento da CMA para 2019?
 
 
A Frase...

"Não discrimino nenhuma das antigas freguesias"

Ângelo Miranda, presidente da União de Freguesias de Arouca-Burgo", eleito pela coligação PSD/CDS, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 20 visitantes online