FUTEBOL PROFISSIONAL
 
Taça da Liga: FCA 1-1 Feirense
 
Rafa Mújica
Golaço de Mújica não chegou para bater adversários atrevidos
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
Taça da Liga
1ª jornada - 17 de Novembro 2022
Jogo no Estádio Municipal de Arouca.
Árbitro - Vitor Ferreira (AF Braga), auxiliado por Nelson Cunha e Nuno Manso.
VAR - Vasco Santos (AF Porto).
Espectadores: 821

FC Arouca - João Valido; Milovanov Tiago Esgaio, 80), João Basso, Velázquez (Rafael Fernandes, 45) e Quaresma; Moses (Sylla,55), David Simão e Alan Ruiz; Bukia (Arsénio, 65), Antony e Mújica (Dabbagh, 65).
Suplentes não utilizados: Arruabarrena, Opoku, Busquets e Soro.
Treinador: Armando Evangelista

Feirense - Igor Rodrigues; João Pinto, Sidney Lima, Cláudio Silva e Lucas Santos (Jorge Teixeira, 77); Fábio Espinho (João Paulo, 70), Samuel Teles e João Tavares (Washington, 81); Oche (João Oliveira, 70), André Rodrigues (Tiago Dias, 77) e João Paredes.
Suplentes não utilizados: Rogério, Arthur e Shimaga.
Treinador: Rui Ferreira

Ao intervalo: 1-0
Marcador: 1-0 (Mújica, 34); 1-1 (Samuel Teles, 48).

Golaço de Mújica não chegou para bater feirenses atrevidos

Com algumas alterações no conjunto inicial, o Arouca entrou no jogo em posse e domínio territorial, mas quase acabava traído pelo primeiro contragolpe feirense. Samuel Teles ganhou o corredor na direita e assistiu Lucas Santos, mas o brasileiro, na cara do golo, rematou sobre a barra. O Arouca foi insistindo na difícil tarefa de abrir brechas na boa organização defensiva do adversário e teve a grande oportunidade de se adiantar no resultado na marcação de um penálti (falta de Cláudio sobre Mújica), contudo, Alan Ruiz atirou para a defesa do guardião Igor. Estava-se na casa dos 20 minutos e logo a seguir foi Quaresma a ver Igor negar-lhe o golo com uma palmada para canto. Não entrou nesta, entrou aos 34' pela classe de Mújica: um livre directo em arco perfeito sem hipóteses para o esforçado guardião feirense.

Arouca acusou a reacção feirense

O golaço do avançado espanhol obrigou a equipa de Santa Maria da Feira a sair do seu aconchego defensivo e começaram aí os problemas para o Arouca na segunda parte. Qual retrato do primeiro tempo, Lucas Santos progrediu sem oposição, mas desta vez o assistido Samuel Teles acertou e fez o empate. Logo no minuto seguinte, foi João Valido a brilhar na nega à vantagem procurada por João Paredes. Uma reentrada periclitante do Arouca que Armando Evangelista procurou remediar a partir dos recursos do banco. O Feirense acreditava e ia aproveitando a perda de organização do Arouca, deixando a equipa da Liga em posição desconfortável. Na resposta, Dabbagh ainda chegou a ameaçar, mas Igor deu o corpo à bola. No equilíbrio que durou até ao apito final, o Arouca - com Basso em enorme nível ao longo de todo o jogo - quis fazer valer o estatuto, mas os feirenses estiveram crentes e bem posicionados. Teoricamente favorito, um Arouca abaixo do normal na segunda parte entrou a empatar na Taça da Liga. 2022-11-18 MMS/RV (fotos: Avelino Vieira)


SALA DE IMPRENSA >>>

Armando Evangelista (treinador do FC Arouca): «Na primeira parte entramos com a postura correcta. Perante o bloco muito baixo do Feirense, tivemos a capacidade de criar, de fazer um golo e de estancar as transições do Feirense. Ainda falhamos um penálti, mas na primeira parte fomos superiores. Na segunda parte não entramos com a postura certa, sabendo que o adversário ia ter uma reação forte. No sector defensivo perdemos algumas bolas e demos alimento ao Feirense, que acreditou e fez o golo do empate. Reagimos, mas não o fizemos da melhor forma, poucos movimentos no ataque à profundidade, pouca presença na área e menor reação à perda. O resultado explica-se pelo mérito do Feirense, mas também por algum demérito nosso, sobretudo nos segundos 45 minutos»

Rui Ferreira (treinador do Feirense): «Começamos por dar a iniciativa ao Arouca e estávamos a controlar muito bem o jogo em termos defensivos. O Arouca não estava a conseguir entrar na nossa organização e apenas desbloqueou isso com um golo de bola parada. Estávamos bem posicionados e a sair com muito perigo. Fomos bloqueando o Arouca, mas a perder tínhamos de mudar. Subimos as linhas, mostramos coragem e criamos dificuldades ao Arouca. Chegamos ao golo meritoriamente e podíamos ter feito o segundo, um lance determinante evitado pelo guarda-redes. O resultado acaba por se ajustar. Os meus jogadores fizeram um bom trabalho.»


TAÇA DA LIGA
GRUPO G

1ª jornada
FC Arouca 1-1 Feirense
Leixões - Oliveirense (19/11)
Folga Santa Clara.


PRÓXIMOS JOGOS FCA
Taça da Liga
2ª Jornada (4ª-fª, 23 Novembro)
FC Arouca folga
3ª Jornada (dom. 4 Dezembro)
FC Arouca - Leixões (17h00)
4ª Jornada (sáb. 10 Dezembro)
Oliveirense - FC Arouca (20h45)
5ª Jornada (6ª-fª, 16 Dezembro)
Santa Clara - FC Arouca (17h30)

 
Arouca

Domingo, 05 de Fevereiro de 2023

Serviço temporariamente indisponível!

PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"Este projecto dá novas competências às pessoas que lá habitam a nível de alimentação, higiene e saúde"

Padre Luis Mário, em declarações ao RV, faz o balanço do "Bairros Saudáveis"

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | visitantes online