PRIMEIRA LIGA
 
FC Arouca 1-0 Sporting
 
Alan Ruiz
Tradição quebrada e o espírito do lobo derrotou o poderoso Sporting. Basso fez a diferença
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
11ª jornada - 29 de Outubro 2022
Jogo no Estádio Municipal de Arouca.
Árbitro - Rui Costa (AF Porto), auxiliado por Nuno Manso e Carlos Martins.
VAR - Hugo Miguel (AF Lisboa)
Espectadores: 2364

FC Arouca - Arruabarrena; Tiago Esgaio, João Basso, Opoku e Quaresma; Soro (Galovic, 71), David Simão (Busquets, 88) e Alan Ruiz (Sylla, 71); Bukia (Arsénio, 63), Antony e Dabbagh (Mújica, 88).
Suplentes não utilizados: João Valido, Milovanov, Moses e Bruno Marques.
Treinador: Armando Evangelista

Sporting - Adán; Gonçalo Inácio (St. Juste, 53), Coates e Matheus Reis; Ricardo Esgaio (Pedro Porro, 53), Dário Essugo (Ugarte, 53), Pedro Gonçalves e Nazinho (Nuno Santos, 58); Trincão, Rochinha (Edwards, 58) e Arthur.
Suplentes não utilizados: Israel, José Marsà, Sotiris e Jovane.
Treinador: Ruben Amorim

Ao intervalo: 0-0
Marcador: 1-0 (João Basso, 46).


Arouca encarnou o espírito do lobo e derrotou o poderoso Sporting

No 13.º encontro entre lobos e leões, o Arouca teve entrada destemida no jogo a que o Sporting respondeu com jogadas de muito perigo nos pés de Trincão (8'), Pedro Gonçalves (12') e Rochinha (21'). Durante vários minutos a equipa leonina apertou o cerco aos arouquenses que, entretanto, foram explorando os lançamentos em profundidade para as costas de Coates e companhia, mas sem efeitos práticos. Aos 30', foi a vez de Alan Ruiz testar a atenção de Adán na marcação de um livre directo. O duelo estava vivo, com ascendente do Sporting e o capitão Basso em pleno no comando da linha defensiva. Até que aos 33' Antony meteu a quinta velocidade e serviu Bukia para o golo, mas Adán sanou o susto dos leões. Pouco depois acabava uma primeira parte mexida que os visitantes quiseram resolver a seu favor diante de um Arouca que foi assustando nas transições para o ataque.

Um enorme colectivo que começou em Basso e acabou em Arruabarrena

Reaberta a cortina, o espectáculo cresceu no golpe de cabeça do central João Basso (46') para o fundo da baliza sportinguista, após canto de David Simão. O Sporting ficava a perder e Ruben Amorim logo esgotou os cinco recursos de peso que tinha no banco. Ferida, a formação leonina fazia pela vida e Pedro Porro (66') perdeu grande ocasião para empatar ao atirar ao lado. Na luta contra o tempo, o Sporting instalou-se no meio-campo do Arouca, mas as hostes estavam unidas e bem organizadas para defender o precioso triunfo que estava cada vez mais perto. No momento de maior aperto, Arruabarrena foi o anjo voador que negou espectacularmente o golo a Coates. Minutos finais de frenesim que, contudo, não alteraram a primeira vitória histórica do Arouca sobre o Sporting. À 13.ª foi de vez e o espírito do lobo fez-se sentir em Arouca. Armando Evangelista e toda a sua equipa foram enormes ao vergarem à derrota a poderosa equipa lisboeta. Uma noite memorável no Municipal de Arouca. 2022-10-29 MMS/RV (fotos: Avelino Vieira)

SALA DE IMPRENSA >>>

Armando Evangelista (treinador do FC Arouca): «O segredo da vitória foi o trabalho. Preparamos a estratégia e ganhar pela primeira vez ao Sporting deixa-nos orgulhosos. Mas são apenas três pontos e há ainda muito campeonato pela frente. Não esperava tantas alterações no Sporting, mas se os jogadores estão lá é porque têm qualidade. É verdade que o Sporting teve oportunidades, mas o Arouca também as teve. A equipa já não perde há seis jogos e os jogadores do Arouca mostraram confiança. Mostrámos o crescimento natural que o Arouca tem tido.»

Ruben Amorim (treinador do Sporting): «Devíamos ter ganho o jogo. Foi um jogo muito parecido ao que tem sido esta época. Dominámos e não conseguimos marcar golos e uma bola parada voltou a resolver o jogo. Nós tivemos várias situações e não conseguimos marcar. Não foi pelas alterações porque todos estiveram muito bem. Não estou nada preocupado com o meu lugar. O meu objectivo é sempre preparar a equipa para o próximo jogo e no final do campeonato se fará a avaliação.»


FC AROUCA APRESENTOU A MASCOTE "IBÉRICUS"

Antes do início do encontro, o clube apresentou a sua mascote Ibéricus. À vertente desportiva o clube alia «um acto de responsabilidade social», alertando para a protecção do lobo ibérico, um dos animais habitantes da Serra da Freita, em pleno Arouca Geopark, num total de 300 indivíduos existentes no norte do país. «O lobo ibérico é o animal que representa o espírito do FC Arouca, um sobrevivente numa espécie que vem sendo atacada, estando hoje em vias de extinção e que se enquadra no renascer que também caracteriza o nosso clube», explicou o FC Arouca em nota informativa dirigida à imprensa. «Os lobos de Arouca jogarão, a partir desta temporada, com uma identidade renovada e reforçada», rematou a direcção do clube.


LIGA BWIN
11ª jornada

Paços de Ferreira 0-1 Marítimo
Santa Clara 1-1 FC Porto
Benfica 5-0 Chaves
FC Arouca 1-0 Sporting
Domingo
Boavista - Vizela (15h30)
Portimonense - Estoril (15h30)
Casa Pia - Rio Ave (18h00)
Gil Vicente - SC Braga (20h30)
Segunda-feira
V. Guimarães - Famalicão (20h15)


PRÓXIMOS JOGOS FCA
12ª jornada, sábado, 5 Novembro
Vizela - FCA (15h30 - SPTV)
Taça de Portugal, terça-feira, 8 Novembro
Gil Vicente - FC Arouca (18h45 - SPTV)
13ª jornada, sábado, 12 Novembro
FCA - Rio Ave (18h00 - SPTV)

 
Arouca

Domingo, 05 de Fevereiro de 2023

Serviço temporariamente indisponível!

PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"Este projecto dá novas competências às pessoas que lá habitam a nível de alimentação, higiene e saúde"

Padre Luis Mário, em declarações ao RV, faz o balanço do "Bairros Saudáveis"

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | visitantes online