SOCIEDADE
 
Centenário do Nobel da Literatura: comunidade escolar arouquense celebrou José Saramago
 
Os 'parabéns' a Saramago
Do chá de saramago à placa comemorativa no átrio da biblioteca da 'Secundária'
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
A lusofonia comemora esta semana o centenário do nascimento de José Saramago, o escritor português nascido em 16 de Novembro de 1922, na vila de Azinhaga do Ribatejo, no município da Golegã. Autor de mais de 40 títulos, o português nascido “numa família de camponeses sem terra” foi galardoado com o Prémio Camões em 1995. Três anos depois chegou o reconhecimento mundial que o contemplou com o Prémio Nobel da Literatura. José Saramago faleceu em território espanhol, nas Canárias, em 2010. Memorial do Convento (1982), O Ano da Morte de Ricardo Reis (1984), Ensaio sobre a Cegueira (1995), As Intermitências da Morte (2005) ou A Viagem do Elefante (2008) são alguns dos romances da ampla obra literária do autor português cujo centenário de nascimento vem sendo celebrado em múltiplas iniciativas no país e no estrangeiro.

Do chá de saramago à placa comemorativa

Com uma ampla agenda dedicada ao Nobel da Literatura, o Agrupamento de Escolas de Arouca mobilizou a comunidade – em especial os alunos do ensino secundário – para uma semana de acções que visaram o reconhecimento e a projecção da obra e do homem que foi José Saramago. Um dos pontos altos foi o descerramento de uma placa alusiva ao centenário do escritor no átrio da Escola Secundária anexo à Biblioteca. Instalações artísticas, declamações, wokshops, lições de cidadania, livros, cinema, murais, exposições, coreografias, músicas e gastronomia foram partes de um todo que prestou absoluto tributo ao autor português, que a par de uma obra consagrada deixou ainda aos vindouros o exemplo do seu carácter crítico e interventivo. «Era uma vez um rei que fez promessa de levantar um convento em Mafra. Era uma vez a gente que construiu esse convento. […]»
Pão de Blimunda e chá de saramago – “a origem do apelido Saramago remete à alcunha da família, Saramago, que é uma planta herbácea que cresce na região da Golegã” –, soufflé real, capricho à D. João V, sopa seca do Povo, entre outros ingredientes, foram curiosidades no almoço literário que veio à mesa no Restaurante Pedagógico da escola. A “Semana de Saramago” teve a preparação articulada de diversas estruturas e equipas educativas do agrupamento escolar: Departamento de Línguas, Departamento do 1º Ciclo, Departamento de Ciências Sociais e Humanas, Bibliotecas Escolares, Plano Nacional das Artes, Plano Nacional do Cinema, Oficina da Ciência, Plano de Educação para a Cidadania, cursos profissionais de Cozinha-Pastelaria e Restaurante-Bar e Academia de Música de Arouca. 2022-11-16 MM/RV
 
Arouca

Domingo, 05 de Fevereiro de 2023

Serviço temporariamente indisponível!

PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"Este projecto dá novas competências às pessoas que lá habitam a nível de alimentação, higiene e saúde"

Padre Luis Mário, em declarações ao RV, faz o balanço do "Bairros Saudáveis"

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | visitantes online