ASSOCIATIVISMO
 
'Círculo' entrou no 5.º ano de actividade com recital de Violino e Piano
 
A actividade da agremiação divide-se por conferências, tertúlias, jornadas e recitais
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
No passado dia 18 de Janeiro o Círculo Cultura e Democracia comemorou o 4.º aniversário da sua formação com um recital de Violino e Piano que decorreu na Biblioteca D. Domingos de Pinho Brandão, no Mosteiro de Arouca. Foram executantes a violinista Matilde Loureiro e o pianista Jun Bouterey-Ishido. Matilde Loureiro formou-se na Escola de Música do Conservatório Nacional e concluiu a licenciatura, com distinção, no Conservatório de Amesterdão. Jun Bouterey-Ishido, de nacionalidade neozelandesa, licenciou-se pela Universidade de Canterbury e frequentou a Liszt Academy em Budapeste e a Escola Superior de Estugarda onde completou o mestrado e o Konzertexam com distinção. Os dois artistas têm atuado em vários países da Europa, América do Sul e também na distante Nova Zelândia. Foram igualmente galardoados com importantes prémios de interpretação.
O recital iniciou-se com sonatas para piano solo de Domenico Scarlatti, seguindo-se a sonata op. 30, n.º 1 para violino e piano de Beethoven. Depois de um pequeno intervalo, Matilde Loureiro executou uma obra para violino solo de George Enescu, tendo o recital terminado com a sonata n.º 3 op. 108 para violino e piano de Brahms. Antes da execução de cada obra foi feita, por Matilde Loureiro, a contextualização da sua génese. Se nas obras a solo os artistas demonstraram segurança, domínio técnico e mesmo virtuosismo, no caso da obra de Enescu, nas obras para violino e piano, para além das referidas qualidades, foi visível a ligação e ajustamento entre os dois instrumentos, muito visível na exaltante sonata de Brahms com que terminou o recital. O público, sensível ao entusiasmo posto na execução desta última obra, aplaudiu calorosamente.
Parte substantiva do público que assistiu ao recital dirigiu-se, em seguida, para o Hotel S. Pedro onde, na companhia de mais amigos e associados, decorreu o jantar comemorativo do 4.º aniversário do Círculo, num ambiente descontraído de amizade e confraternização. Adriano Lhamas, enquanto presidente, falou do trabalho realizado e a realizar, sublinhando o desejo de conquistar os mais jovens. Num momento de generosidade e simpatia, a família de Almerinda Teixeira, associada do CCD recentemente falecida, ofereceu a todos os presentes exemplares da sua obra poética. De referir que Almerinda Teixeira era avó da violinista Matilde Loureiro a quem esta dedicou o recital.
Com esta comemoração entra o Círculo Cultura e Democracia no seu 5.º ano de vida. A sua actividade dividida por conferências, tertúlias, jornadas e recitais, abarca temas que vão da cultura e sociedade à economia, território e ciência, procurando, numa colaboração com as escolas e outros organismos, um maior envolvimento e sensibilização das pessoas para questões relevantes do mundo em que vivemos, prosseguindo no presente ano com iniciativas de significativo interesse e relevante actualidade. 2020-02-01 CCD
 
Arouca

Terça, 24 de Novembro de 2020

Actual
Temp: 11º
Vento: SE a 3 km/h
Precip: 1.8 mm
Chuvas Fortes
Qua
T 11º
V 2 km/h
Qui
T 11º
V 2 km/h
PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"Tudo iremos fazer para aceder às verbas que a UE irá enviar, para minorar os problemas económicos dos nossos associados"

Carlos Brandão, presidente da AECA, durante a tomada de posse para novo mandato

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 29 visitantes online