SOCIEDADE
 
Ciência levou alunas arouquenses a Abu Dhabi
 
ESA em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos
A Oficina da Escola Secundária continua a ser fonte de motivação e inspiração para muitos estudantes
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
Estudantes arouquenses voltaram a estar em destaque em encontros de ciência realizados no país e no estrangeiro. A Oficina de Ciência da Escola Secundária de Arouca continua a ser fonte de motivação e inspiração para muitos alunos que potenciam as suas aprendizagens e concretizam projectos de investigação sob a orientação de docentes das ciências experimentais. O trabalho escolar de investigação tem sido reconhecido nos maiores eventos de ciência, como os concursos Ciência na Escola (Fundação Ilídio Pinho), Jovens Cientistas e Investigadores (Fundação da Juventude) ou o Prémio FAQtos (INOV - Instituto Superior Técnico de Lisboa), entre outros. Aos muitos primeiros prémios e menções honrosas já arrecadados por esta escola arouquense ao longo dos anos, juntam-se as mais recentes participações nacionais e internacionais.

De Coimbra a Abu Dhabi

No 37th Youth Science Meeting, promovido pela Associação Juvenil de Ciência (AJC), que decorreu na
cidade de Coimbra, de 23 a 30 de Julho, os alunos do ensino secundário Ana Fernandes, Celeste Justo, José Alexandre Justo, Margarida Paiva, Ana Beatriz Machado e Diana Henriques apresentaram os projetos "Ecotoxicologia dos incêndios florestais" e "Influência das radiofrequências em Arabidopsis thaliana", tendo sido distinguidos respectivamente com o 1º e o 2º prémio, na categoria nacional. De 22 a 28 de Setembro, as alunas Ana Beatriz Machado e Diana Henriques deslocaram-se a Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, para apresentarem o projecto "Influência das radiofrequências em Arabidopsis thaliana" na ESI - Expo Science International. Esta exposição é a maior feira de ciência a nível mundial, que se realiza de dois em dois anos, e que em 2019 decorreu no Abu Dhabi National Exhibition Centre (ADNEC). As alunas - que utilizaram modelos biológicos para investigar os efeitos nocivos das radiofrequências emitidas por suportes tecnológicos de comunicações - foram acompanhadas pela directora de projectos e pela presidente da Fundação da Juventude, Susana Chaves e Carla Mouro, respectivamente. Os projectos na ESA foram coordenados pela professora Carminda Santos. Dos programas constaram o contacto com jovens investigadores e cientistas credenciados de diversas nacionalidades e uma proveitosa vertente sócio-cultural que contextualizou os eventos. 2019-10-10 RV
 
Arouca

Terça, 25 de Fevereiro de 2020

Actual
Temp: 8º
Vento: NW a 3 km/h
Precip: 0.1 mm
Muito Nublado
Qua
T 11º
V 5 km/h
Qui
T 13º
V 3 km/h
PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"O facto de sermos uma Junta independente não nos tem facilitado em nada"

Adriano Francisco, presidente da JF Tropeço, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 40 visitantes online