SOCIEDADE
 
Ciência levou alunas arouquenses a Abu Dhabi
 
ESA em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos
A Oficina da Escola Secundária continua a ser fonte de motivação e inspiração para muitos estudantes
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
Estudantes arouquenses voltaram a estar em destaque em encontros de ciência realizados no país e no estrangeiro. A Oficina de Ciência da Escola Secundária de Arouca continua a ser fonte de motivação e inspiração para muitos alunos que potenciam as suas aprendizagens e concretizam projectos de investigação sob a orientação de docentes das ciências experimentais. O trabalho escolar de investigação tem sido reconhecido nos maiores eventos de ciência, como os concursos Ciência na Escola (Fundação Ilídio Pinho), Jovens Cientistas e Investigadores (Fundação da Juventude) ou o Prémio FAQtos (INOV - Instituto Superior Técnico de Lisboa), entre outros. Aos muitos primeiros prémios e menções honrosas já arrecadados por esta escola arouquense ao longo dos anos, juntam-se as mais recentes participações nacionais e internacionais.

De Coimbra a Abu Dhabi

No 37th Youth Science Meeting, promovido pela Associação Juvenil de Ciência (AJC), que decorreu na
cidade de Coimbra, de 23 a 30 de Julho, os alunos do ensino secundário Ana Fernandes, Celeste Justo, José Alexandre Justo, Margarida Paiva, Ana Beatriz Machado e Diana Henriques apresentaram os projetos "Ecotoxicologia dos incêndios florestais" e "Influência das radiofrequências em Arabidopsis thaliana", tendo sido distinguidos respectivamente com o 1º e o 2º prémio, na categoria nacional. De 22 a 28 de Setembro, as alunas Ana Beatriz Machado e Diana Henriques deslocaram-se a Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, para apresentarem o projecto "Influência das radiofrequências em Arabidopsis thaliana" na ESI - Expo Science International. Esta exposição é a maior feira de ciência a nível mundial, que se realiza de dois em dois anos, e que em 2019 decorreu no Abu Dhabi National Exhibition Centre (ADNEC). As alunas - que utilizaram modelos biológicos para investigar os efeitos nocivos das radiofrequências emitidas por suportes tecnológicos de comunicações - foram acompanhadas pela directora de projectos e pela presidente da Fundação da Juventude, Susana Chaves e Carla Mouro, respectivamente. Os projectos na ESA foram coordenados pela professora Carminda Santos. Dos programas constaram o contacto com jovens investigadores e cientistas credenciados de diversas nacionalidades e uma proveitosa vertente sócio-cultural que contextualizou os eventos. 2019-10-10 RV
 
Arouca

Sexta, 15 de Novembro de 2019

Actual
Temp: 4º
Vento: NNW a 3 km/h
Precip: 0.2 mm
Pouco Nublado
Sáb
T 9º
V 5 km/h
Dom
T 10º
V 5 km/h
PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"As consultas nos ajustes directos da CMA deviam ser mais diversificados"

Fernando Mendes e Vitor Carvalho, vereadores do PSD, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 31 visitantes online