SOCIEDADE
 
Faleceu a primeira arouquense formada em medicina
 
Palmira Moreira da Silva Bastos Oliveira
Palmira Moreira da Silva Bastos Oliveira, natural de Escariz, licenciou-se em Coimbra em 1955
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
A médica Palmira Moreira da Silva Bastos Oliveira, natural de Nabais, Escariz, e desde 1960 radicada na vizinha freguesia de Fajões, concelho de Oliveira de Azeméis, onde casou com o professor Samuel de Bastos Oliveira, faleceu no dia 3 de Agosto, com 91 anos de idade, na sua residência.
Foi a primeira mulher dos concelhos de Arouca, Oliveira de Azeméis e São João da Madeira formada em medicina, com rico currículo cientifico e múltiplas funções públicas exercidas, a Dr.ª Palmira exerceu medicina privada na área sul do concelho de Arouca, no concelho de Oliveira de Azeméis, S, João da Madeira e terras vizinhas do concelho da Feira, com tanta dedicação e total disponibilidade, que deixou a indelével recordação da médica muito solicita que, a qualquer hora do dia ou da noite, ia prestar assistência aos necessitados.
Foi médica municipal de Arouca e dos Serviços Médicos Sociais de S. João da Madeira, desde a década de 60 até à aposentação.
Palmira Moreira da Silva Bastos Oliveira, filha de Manuel Moreira Júnior e de Maria José Gomes da Silva, nasceu a 12 de Abril de 1927. Frequentou a instrução primária, na Escola Primária de Escariz, e o ensino preparatório e secundário na Casa Escola de Oliveira de Azeméis. Concluiu o antigo 7º ano no Liceu Carolina Michaelis no Porto, com a classificação final de 16 valores.
Ingressou, após a conclusão do ensino liceal, no curso de Medicina e Cirurgia da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, que concluiu com média de 14 valores, em 14 de Dezembro de 1955.
O funeral da veneranda Senhora realizou-se no dia 5 de Agosto, pelas 11h00, com grande acompanhamento, para a Igreja Paroquial de Fajões, onde foi celebrada missa de corpo presente em sufrágio pela sua alma. Após as cerimónias fúnebres, o corpo da Dr.ª Palmira foi a sepultar em jazigo da Família, no cemitério Paroquial.
À residência da Família chegaram muitas condolências, vindas de diversas partes do País e acorreram diversas pessoas e personalidades da região a dar sentimentos à Família, sendo notada a presença de muitos médicos, seus Colegas de profissão, os membros da Junta de Freguesia de Fajões, do Rancho Folclórico "As Ceifeiras de Fajões", Banda Musical de Fajões, Directores da Casa Museu Regional de Oliveira de Azeméis, o Presidente e alguns Vereadores da Câmara Municipal, a Presidente da Assembleia Municipal de Oliveira de Azeméis e a Vereadora da Educação da Câmara de Arouca, Fernanda Conceição Oliveira.
A Ilustre médica era esposa de Samuel de Bastos Oliveira, mãe das médicas, Maria José e Maria Teresa e de Luis Filipe Bastos Oliveira, advogado. 2018-08-31
 
Arouca

Sábado, 22 de Setembro de 2018

Actual
Temp: 17º
Vento: E a 2 km/h
Precip: 0 mm
Pouco Nublado
Dom
T 29º
V 2 km/h
Seg
T 29º
V 6 km/h
PUB.
PUB.
 
INQUÉRITO
Com a proposta do governo de reverter as agregações das freguesias, as uniões feitas no concelho de Arouca devem...
 
 
A Frase...

"Pretendemos manter as dinâmicas de trabalho, participar em projectos e proporcionar aos alunos um ensino de qualidade"

Adília Cruz, directora do AE Arouca, em declarações ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 30 visitantes online