SOCIEDADE
 
Eurodeputada Marisa Matias partilha experiência europeia com alunos arouquenses
 
Marisa Matias em directo por video-conferência
"Sois jovens demais para deixarem que os ataques à democracia voltem a ganhar espaço"
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
Um encontro com a eurodeputada Marisa Matias fechou as comemorações do Dia da Europa, iniciadas há cerca de um mês, pelo Agrupamento de Escolas de Arouca, com o hastear das 27 bandeiras dos países da União Europeia (UE), no parque central da vila de Arouca. Seguiram-se várias semanas de trabalho interno de formação com os alunos e de interacção com a comunidade, que culminou, no dia 28 de Maio, com uma sessão matinal interactiva, por video-conferência, alargada à comunidade, sob a condução técnica do professor António Soares, no auditório da Escola Secundária. Esta escola arouquense, uma das 64 que, no país, tem o Estatuto de Escola Embaixadora do Parlamento Europeu (EEPE), desenvolve desde há quatro anos um programa de divulgação dos projectos e valores da União Europeia junto dos alunos e da comunidade em geral, visando "encorajar os jovens para uma cidadania europeia activa e combater a abstenção nas eleições europeias". Olga Soares, coordenadora do projecto EEPE no agrupamento, iniciou a sessão de encerramento das actividades, realçando as virtudes do projecto para os alunos e o envolvimento da comunidade.

«Um projecto internacional que abraçamos com muito carinho»

Parceira da escola neste evento europeu, a associação arouquense Círculo Cultura e Democracia esteve presencialmente representada por Marta Duarte, outrora aluna da escola. "Tal como vós, eu cresci como cidadã europeia, era criança quando Portugal aderiu à então união de doze estados-membros, acostumei-me a habitar um território de paz e bem-estar, onde os direitos humanos, a liberdade, a democracia, a igualdade, a justiça e o estado de direito são valores comuns. Mas, por vezes, sinto que os decisores estão longe de mim. Faço votos para que eventos como este sejam um estímulo para encontrarmos a nossa voz e para fazê-la ouvir na Europa", disse Marta Duarte.
Directora, e também docente embaixadora do Parlamento Europeu na sua escola, Amélia Rodrigues salientou o projecto EEPE, que já garantiu formação a alguns professores e também formação e gratificações aos alunos, como as inéditas visitas a instituições da União Europeia, em Bruxelas e Estrasburgo. "Este é um projecto internacional que abraçamos com muito carinho. A cidadania é uma estratégia central do nosso agrupamento, que tem tido a colaboração de vários parceiros, a quem agradeço", referiu a dirigente escolar.
Pela voz aos alunos, falou José Alexandre Justo, embaixador júnior na escola desde 2018. "Realço a aposta que tem vindo a ser feita pelo agrupamento na educação para a cidadania europeia, permitindo-nos aprender mais sobre o projecto europeu e os seus desafios", destacou o jovem do 12º ano, que já participou numa das sessões parlamentares Euroescolas, em Estrasburgo.

«Precisamos de unir esforços para termos futuro»

Marisa Matias foi a eurodeputada convidada para a sessão final da EEPE, depois das anteriores edições participadas por Miguel Viegas e Paulo Rangel. Eleita pelo Bloco de Esquerda em 2009, 2014 e 2019, descreveu o seu campo de intervenção no Parlamento Europeu, onde integra comissões sobre assuntos como a indústria, a investigação, a energia, o ambiente e as alterações climáticas, os direitos humanos, os refugiados e o combate à pobreza.
Em resposta às intervenções dos alunos, Marisa Matias relevou as dificuldades sentidas pelos eurodeputados no tratamento de determinados assuntos, mas também as virtudes da UE: "Sou europeísta. Acho que estamos melhor acompanhados do que sozinhos. Há mais vantagens em estarmos juntos. Precisamos de unir esforços para termos futuro", reforçou.
A eurodeputada apontou ainda um dos problemas maiores do projecto europeu: "Não temos uma política de imigração comum nem uma política de asilo comum. As pessoas emigram quando não têm condições de vida no seu país. A UE precisa de mão-de-obra imigrante, mas com uma política decente." "Temos mais portugueses, ou de origem portuguesa, a viver em Paris do que na capital portuguesa", exemplificou.
Face ao crescimento de movimentos de extrema-direita, Marisa Matias revelou as suas preocupações. "Sois jovens demais para deixarem que os ataques à democracia, o preconceito, o racismo, a xenofobia e a discriminação voltem a ganhar espaço." "É importante que vocês participem no projecto europeu e nos exijam acções de defesa da democracia europeia", apelou a eurodeputada.

Alunos estudam cenários para o futuro da Europa

Da jornada dedicada à UE constou ainda o envolvimento dos alunos num workshop em que, após uma reflexão já realizada nas aulas, foram desafiados a pronunciar-se sobre a sua opção por um dos "Cinco cenários para o futuro da Europa - Pensar para decidir e mudar!", espaço de formação e participação dos jovens estudantes que foi dirigido por Tânia Santos, do Centro de Estudos Internacionais do Instituto Universitário de Lisboa (CEI-IUL), em parceria com formadores da associação europeia Young Educators (Portugal).

«Ajudamos a fazer pontes, dentro e fora da escola»

"Ao longo do mês de Maio, foram várias as iniciativas levadas a cabo, dentro e fora da escola, para sensibilizar a comunidade arouquense para a importância de conhecer e participar mais activamente no projecto europeu, fazendo ouvir a sua voz", sintetizou, no final dos trabalhos, a coordenadora do projecto EEPE na escola, professora Olga Soares. "Em todos os objectivos e valores da União Europeia sobressai a imagem edificadora de pontes - entre indivíduos, entre culturas, entre países, pontes ao promover a paz, a coesão social e económica, a democracia e os direitos humanos", concluiu a docente, num evento que contou com algumas parcerias com entidades e organizações locais, como a Câmara Municipal de Arouca, a Associação Geoparque Arouca e o Círculo Cultura e Democracia, e a colaboração de alunos do Ensino Articulado da Música e dos Cursos Profissionais de Animador Sociocultural e de Multimedia. 2021-06-07 MM/RV

 
Arouca

Domingo, 26 de Setembro de 2021

Actual
Temp: 14º
Vento: SE a 2 km/h
Precip: 0 mm
Nublado
Seg
T 18º
V 2 km/h
Ter
T 18º
V 3 km/h
PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"Obras do novo hotel no Mosteiro arrancam no final do mês de Setembro"

Anúncio de Rui Dinis, da empresa MS Hotels, durante a apresentação em Arouca do projecto da unidade

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 37 visitantes online